Mudança de casa: 10 dicas essenciais para organizar a sua

Mudar de casa é sempre um processo complexo e delicado. Para além de pessoas e sentimentos, uma mudança envolve também inúmeros bens.

Mobília, roupa, livros, objetos de decoração e lembranças – a lista de “coisas” é infindável.


Mudança de casa: 10 dicas essenciais para organizar a sua

Tendo em conta isto, preparámos uma lista de 10 dicas essenciais para o(a) ajudar a organizar a sua mudança de casa.

Antes de mais, é natural que pense na quantidade de “coisas” que tem e em como estas vão caber na sua casa.

Seja qual for a altura do processo em que se encontra, lembre-se que há sempre solução para isso.

E se está a pensar numa arrecadação para alugar ou num mini armazém para armazenar coisas, está a pensar muito bem – essa pode ser uma ótima solução.

Pense naquilo de que precisa e de que não precisa para a sua casa nova.

Da lista do que não precisa pode optar por vender, doar, emprestar, etc.


10 Dicas para uma mudança de casa organizada


1. Planeamento

Aceitaram a sua proposta para arrendamento ou compra de casa? Comece a preparar a mudança!

Pense, desde logo, naquilo que quer levar para a nova casa.

Descubra uma arrecadação para alugar que se adeque aos bens que não quer levar para a casa nova, mas que não quer mandar fora.

Há muitos mini armazéns para alugar em Lisboa, de empresas com serviço de armazém para guardar móveis e as mais variadas “coisas”.

Um mini armazém para alugar é uma solução evidente para o recheio de casa que quer manter, mas que não pode manter...em casa.


2. Checklist

Já descobriu uma arrecadação para alugar ou um armazém para guardar mobília de que não precisa? Feito!

Visite o espaço, conheça as dimensões e prepare aquilo que quer colocar lá e aquilo que quer levar para a sua casa nova.

Depois, faça uma checklist com todos os passos até à mudança.

Veja quanto tempo tem até à mudança e marque no calendário da agenda datas mais importantes: empacotamento em caixas – para a casa nova e para o armazém para alugar em Lisboa que escolheu - transporte, alteração de moradas, etc.


3. Burocracia

A alteração de morada para o Cartão de Cidadão é o passo mais básico.

Lembre-se de mudar a morada também dos contratos de fornecimento de água, eletricidade, gás e internet, bem como comunicar a alteração ao seu banco, companhia de seguros e demais fornecedores de serviços.

Se tem carro, pode também tratar de pedir um novo dístico de residente para a nova casa.

Quanto mais cedo tratar da burocracia, melhor.


4. Caixas e empacotamento

Coloque os bens mais pesados – como livros - em caixas mais pequenas e os mais leves – como roupa de cama – em caixas maiores.

Compre várias caixas de cartão. Coloque uma etiqueta em cada caixa para a identificar devidamente.

No caso da louça, compre papel bolha para acondicionar melhor o conteúdo da caixa.

A identificação também servirá para saber quais são os bens a transportar para a arrecadação e quais seguirão para a sua nova casa.


5. Transporte

Há muito serviços de mudanças com preços baratos, mas que acabam por sair caros tal o nível de stress que causam.

Numa altura de mudança, tudo o que não se quer são preocupações extra.

Faça uma prospeção de mercado, contacte as empresas de mudanças com provas dadas ou recomendadas por amigos e tire esse peso de cima dos ombros.

Há certas localizações – por exemplo, bairros históricos – que requerem licenças camarárias para algo tão simples como uma mudança.

Tenha em mente que esse processo – que pode ficar a cargo da empresa de mudanças - demora não menos do que duas semanas.


6. Preparação

Se conseguir levar por si alguns bens mais sensíveis – como a televisão, computadores, quadros - ótimo.

Faça isso antecipadamente, com tempo.


7. Acompanhar a mudança

Acompanhe todos os passos da mudança, indicando – se for caso disso – quais as caixas ou materiais na mudança que precisam de mais cuidado por parte dos operadores do serviço.

Saiba ainda que há empresas que, para além de fazerem o serviço de transporte e mudanças, têm serviços de embalamento para estas ocasiões.


8. Arrecadação para alugar

Se ainda não descobriu uma arrecadação para alugar em Lisboa, está no lugar certo.

Conheça as nossas localizações: Sete-Rios, Saldanha e Benfica e saiba qual a arrecadação, mini armazém ou self storage que mais lhe convém.


9. Arrumações

Depois da mudança propriamente dita, tire um fim de semana só para limpar e arrumar a sua casa. No mínimo.

Não se esqueça de deitar as caixas de cartão no papelão – ou guarde-as para serem reutilizadas.


10. Um conselho extra

Não é um dos conselhos mais vistos na internet, mas é dos mais avisados que lhe podemos dar: faça cópias da sua chave de casa, e dê uma a alguém de confiança.

Na pressa das mudanças e das arrumações, é perfeitamente natural deixar uma chave perdida num lugar que ainda não conhece bem. Quem o avisa, seu amigo é.

72 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo